.

Texto do dia:

_._

Arte x Mercado x WEB

A Perspectiva de um futuro dedicado a Museus, Galerias, Instituições, Marchands , Mecenas, decididamente não me interessava como Artista. Esse choque entre produção e  mercado ja fazia parte do panorama artistico desta epoca (Anos 70/80).  A busca  não só de Suportes alternativos mas tambem de  Espaços alternativos passaram a ser o alvo de meu interesse.

Outro motivo que me conduziu a esse desvio do Mercado foi a compreensão de que  com  o numero crescente de obras (de volumes cada vez maior) o Mercado de Arte precisaria de grandes espaços devidamente aclimatizados, muita verba, um Mercado em constante crescimento, uma sofisticada rede de segurança contra toda sorte de acidentes e me parece que o resultado é igual a de um freio de mão.

Minha ideia era que o suporte tivesse dupla utilidade. Objeto de pesquisa artística por um ângulo, utilitário por outro. Me parecia mais sensato. Adotei a ideia do efêmero em minhas experiências para humanização de meus trabalhos e como reação ao caminho ja predeterminado nas artes formais de preservação da obra. Agreguei a eles o fator Tempo: inicio meio e fim.

INTERNET

Em 2009 realizei alguns trabalhos que me levaram a enxergar a possibilidade de estar na rede de comunicação Internet  um caminho alternativo para as artes formais  tanto como Suporte assim como Mercado. Terminei meu Objeto-Banco, Construi o primeiro Grafite Virtual na rede sobre o trabalho da cantora Stefhany, iniciei meu Blog, estou mergulhando no recente universo da Realidade Aumentada,  Realidade Misturada, QR_codes,  interatividade e iniciei minha peregrinação pela rede:  Orkut, Facebook, Fliker, Youtube, Vimeo, Twiter,  o que vier.

Só agora acho que começa a ser viável produzir arte através da Rede. Não confundir usar a Rede para vitrine de Trabalhos. Usá-la para “Os” trabalhos. Como “Parte” dele. Como “O” trabalho.

O Mercado Alternativo para artistas tem que ser construído neste espaço. De que outra maneira eu poderia me colocar desta forma? Que outro lugar receberia meus trabalhos para torna-lo visível como estão em meu blog?  Agora, quem gostou divulga. Eleição espontânea. As verbas tem que sair daqui. Cada vez mais isso é possível. O Usuário investindo no que achar importante colaborar. Parcerias.

O ” Mercado de Arte” como conhecemos mantém a produção de “Arte Formal” engessada. Nessa área as coisas andam a passos muito lentos.

( Alvaro Barata, 10/01/2010 )

_._

Na Web a divulgação do que se quer ver “progredir” gera um novo estilo de curadoria. Uma onda somatória das diversas aprovações e divulgações espontâneas. Ai o contato e o retorno são direto com quem lhe interessa. Dependendo da onda gerada, investimentos poderão ser realizados com segurança. ( Alvaro Barata, 22/02/2010 )

_._

Como artista, meu interesse é mostrar meu trabalho para muitas pessoas,  esperar que  interajam com eles positivamente e, que de alguma forma,  obtenha recursos para poder produzir mais e melhor.

.
.
.
.
.     .     .     .     .     .     .     .     .
.
Retorno a Pag. inicial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: